PERGUNTAS FREQUENTES

Até quando devo fazer os exames do check-up?

A decisão de até quando deve ser realizado o rastreamento do câncer de pulmão em um indivíduo depende de vários fatores, incluindo a idade (até 80 anos segundo as diretrizes atuais), o estado de saúde geral, o histórico de tabagismo e outros fatores de risco específicos. É importante ressaltar que as recomendações específicas podem variar e que a decisão de continuar ou interromper o rastreamento deve ser uma decisão individualizada baseada na avaliação médica e nas diretrizes clínicas vigentes.

VEJA TAMBÉM

O check-up, também conhecido como rastreamento, consiste no uso de testes ou exames para identificar doenças em indivíduos assintomáticos.

Os exames de radiografia do tórax (“raio-X”) foram analisados como uma forma de rastreamento em pessoas com maior risco de câncer de pulmão. Contudo, não foi comprovado que esses exames contribuam para a longevidade da maioria das pessoas e, portanto, não são recomendados para esse propósito.

Desde 2011, a tomografia computadorizada com baixa dose de radiação (TCBD) tem sido objeto de estudo em indivíduos com maior propensão ao câncer de pulmão, especialmente aqueles que fumam ou fumaram no passado. As imagens da tomografia podem identificar áreas anormais nos pulmões, indicativas de possível câncer. Pesquisas demonstraram que, ao contrário das radiografias de tórax, as tomografias computadorizadas realizadas anualmente para rastrear pessoas com maior risco de câncer de pulmão podem salvar vidas, detectando a doença antes do surgimento de sintomas e, assim, contribuindo para a redução do risco de morte por câncer de pulmão. A realização anual de TCBD pode diminuir a taxa de mortalidade por câncer de pulmão em mais de 20%, sendo que, quando combinada com a cessação do tabagismo, essa redução pode ser ainda maior.

A detecção precoce do câncer de pulmão, quando a doença ainda está em estágio inicial e não se disseminou, aumenta significativamente as chances de tratamento bem-sucedido.

O rastreamento do câncer de pulmão é recomendado para indivíduos que fumam ou fumaram no passado, mas que não apresentam sinais ou sintomas de neoplasia.

Geralmente, os sintomas do câncer de pulmão só se manifestam em estágios avançados da doença. Caso experimente sintomas que possam indicar câncer de pulmão, é fundamental consultar imediatamente um médico. Pessoas que já apresentam sintomas suspeitos podem necessitar de exames, como tomografia computadorizada, para identificar a causa, que, em alguns casos, pode ser câncer. No entanto, é crucial observar que esse tipo de exame é utilizado para diagnóstico e não deve ser confundido com o rastreamento preventivo.

O propósito deste programa é simplificar o acesso aos exames de tomografia realizados anualmente, facilitando o agendamento, o armazenamento de dados para acompanhamento ao longo dos anos, a comunicação eficiente dos resultados com você e seu médico assistente, a comparação com exames anteriores, o envio de lembretes para futuros controles evolutivos e o suporte em outras necessidades relacionadas aos achados de imagem.

É necessário que seu médico assistente esteja de acordo com o programa e participe ativamente das tomadas de decisões. Você fará parte de um programa específico, diretamente orientado pelo seu médico assistente que fará a solicitação dos exames e controle clínico em todos os momentos, tendo a base dos exames no DAPI, assim como o monitoramento de todos os dados referentes ao rastreamento.

Contato Inicial: No início do seu envolvimento com o Check-up, você será contatado por um profissional responsável pelo programa no DAPI, denominado Profissional Navegador.

Canais de Comunicação: Você pode se comunicar diretamente com ele por telefone ou Whatsapp +55 41 3250-3000 ou pelo e-mail pulmao@dapi.com.br

Inclusão no Sistema: Esse profissional irá inseri-lo em nosso sistema, por meio do preenchimento de formulários e assinatura de termos de consentimento, seguindo as diretrizes das LGPD.

Coordenação com o Médico Assistente: Sempre em coordenação com seu médico assistente, as próximas etapas serão discutidas.

O Exame de Tomografia: O agendamento será facilitado pelo profissional navegador, considerando um horário conveniente para você. O exame de tomografia computadorizada é indolor e dura aproximadamente um minuto, embora toda a visita (preparação e colocação na mesa) possa levar até meia hora. Não é necessário ingerir nada ou receber injeções antes ou durante o procedimento. Não há necessidade de preparo prévio.

Comunicação dos Resultados: Os resultados do exame serão comunicados diretamente a você e ao seu médico assistente. Conforme as orientações do médico, o Profissional Navegador ajudará a agendar o próximo exame de rotina ou qualquer outra necessidade que surja.

Seus dados serão armazenados de forma segura, seguindo as normas das LGPD, e serão utilizados para a criação de pesquisas sobre o desempenho do nosso programa.

As sociedades médicas nacionais e internacionais recomendam a realização anual de exames de check-up utilizando tomografia computadorizada de baixa dose de radiação do tórax para pessoas que atendem aos seguintes critérios:

  • Faixa Etária e Boa Saúde:
    • Indivíduos com idades entre 50 e 80 anos e que desfrutam de boa saúde.
  • Histórico de Tabagismo:
    • Fumantes atuais ou que tenham parado de fumar nos últimos 15 anos.
  • Quantidade Significativa de Tabagismo:
    • Aqueles com um histórico de tabagismo de pelo menos 20 anos-maço. Esse cálculo é obtido multiplicando o número de maços de cigarros fumados por dia pelo número de anos de tabagismo. Por exemplo, alguém que fumou 2 maços por dia durante 10 anos [2 x 10 = 20] teria um histórico de 20 anos-maço, assim como uma pessoa que fumou 1 maço por dia durante 20 anos [1 x 20 = 20].
    • Calcule a sua carga tabágica aqui no site.

Além desses critérios, é fundamental que os indivíduos a serem submetidos ao exame atendam aos seguintes requisitos:

  • Aconselhamento para Parar de Fumar:
    • Receber aconselhamento para cessar o hábito de fumar, caso sejam fumantes atuais.
  • Informação Detalhada sobre o Rastreamento:
    • Ter recebido informações detalhadas sobre os potenciais benefícios, limitações e riscos associados ao check-up com tomografia computadorizada de baixa dose.
  • Escolha de Centro com Experiência:
    • Optar por realizar o exame em um centro com experiência no rastreamento.

Seguir essas orientações é crucial para garantir que o check-up do tórax seja conduzido de maneira eficaz e benéfica, proporcionando aos indivíduos informações valiosas sobre sua saúde pulmonar e auxiliando na detecção precoce de possíveis condições.

Se você é ou foi um fumante por um longo período, mesmo que tenha parado de fumar nos últimos 15 anos, e mantém uma boa saúde geral, pode considerar participar do rastreamento para câncer de pulmão (conforme os critérios de idade e de quantidade de tabagismo acima mencionados).

A decisão de participar do programa deve ser discutida e recomendada pelo seu médico assistente, que analisará todos os seus dados clínicos antes de tomar uma decisão. É essencial discutir os benefícios e riscos do rastreamento do check-up do tórax, utilizando a tomografia computadorizada, com o seu médico.

Trabalhar em conjunto ajudará a determinar se o programa é apropriado para você.
Caso apresente problemas de saúde significativos, é possível que tenha menor probabilidade de se beneficiar do rastreamento para câncer de pulmão e maior probabilidade de enfrentar complicações nos exames de acompanhamento. Por essa razão, o check-up pulmonar é oferecido principalmente a pessoas que geralmente desfrutam de boa saúde.

A carga tabágica é a medida do quanto de exposição ao fumo uma pessoa já teve durante a sua vida e é calculada em “Anos-Maço”.

Este é o número de maços de cigarros por dia multiplicado pelo número de anos fumados. Cada maço contém 20 cigarros. Por exemplo, alguém que fumou 2 maços por dia durante 10 anos [2 x 10 = 20] fumou 20 anos-maço, assim como um pessoa que fumou 1 maço por dia durante 20 anos [1 x 20 = 20]

Você pode usar a calculadora de carga-tabágica disponível aqui no site.

Os riscos do rastreamento do câncer de pulmão são relativamente baixos e podem ser reduzidos com propedêutica de boa qualidade, condutas baseadas em algoritmos clínicos válidos e em equipe multidisciplinar.

Exposição à Radiação:

A TCBD envolve a emissão de dose muito baixa de radiação ionizante para obter imagens detalhadas dos pulmões. A exposição à radiação é inerente ao procedimento. A dose de radiação utilizada nesses exames varia em cerca de 0,65 mSv a 2,36 mSv, o que equivale em média a cerca de 3 mamografias ou cerca de 5 radiografias do tórax com duas incidências. A exposição à radiação para rastreamento pulmonar é muito menor do que a de uma tomografia computadorizada regular. Os médicos concordam que a pequena exposição à radiação supera o risco de descobrir o câncer de pulmão em estágio avançado.

Resultados Falsos-Positivos e Falsos-Negativos e Limitação dos exames:

A TCBD pode gerar resultados falsos-positivos, indicando a presença de anomalias que não são malignas, levando a ansiedade e procedimentos adicionais desnecessários. Da mesma forma, há o risco de resultados falsos-negativos, em que lesões malignas podem não ser identificadas, resultando em uma falsa sensação de segurança. Alguns cânceres, também, podem não ser diagnosticados durante o exame de rastreamento e se manifestarem no intervalo entre os exames (chamados câncer de intervalo).

Ansiedade e Estresse Psicológico:

A incerteza associada aos resultados indeterminados ou a espera por confirmação pode causar ansiedade e estresse psicológico nos pacientes. Este aspecto emocional deve ser considerado, pois pode impactar negativamente a qualidade de vida durante o processo de rastreamento.

Complicações em Casos de Achados Indeterminados:

Quando a TCBD revela achados indeterminados, são necessários procedimentos adicionais, como biópsias ou exames de acompanhamento. Esses procedimentos não estão isentos de riscos, como complicações pós-procedimento, infecções e desconforto físico.

Sobrediagnóstico:

O sobrediagnóstico pode ser definido como a detecção de um câncer que não teria se tornado clinicamente significante durante toda vida do paciente e que acaba sendo submetido ao processo de tratamento devido ao diagnóstico.

Achados incidentais:

Às vezes, a tomografia computadorizada dos pulmões também pode mostrar problemas em outros órgãos próximos aos pulmões, o que pode trazer angústia porém, por outro lado, pode ser benéfico para prosseguir com os seus cuidados.

Em caso de achados clínicos relevantes, você será informado brevemente e encaminhado para avaliação médica especializada. Eventualmente, os testes de rastreamento podem identificar algo anormal nos pulmões ou áreas próximas, suspeitas de câncer. A maioria dessas descobertas não é cancerígena, mas podem ser necessárias tomografias adicionais ou outros exames para confirmação.

Às vezes, a tomografia dos pulmões também revela problemas em órgãos adjacentes, informação valiosa para a continuidade dos cuidados. Caso sejam encontradas descobertas, seu médico discutirá diretamente com você, e o Profissional Navegador fornecerá assistência conforme as orientações médicas.

Você tem total liberdade para aceitar ou recusar participar do programa, assim como decidir entrar ou sair a qualquer momento, sem prejuízo para sua assistência médica. A avaliação contínua do benefício versus os potenciais riscos do rastreamento é crucial. Em alguns casos, o rastreamento pode ser descontinuado se os riscos superarem os benefícios. Indivíduos devem discutir suas circunstâncias particulares e preocupações com seus profissionais de saúde para tomar decisões informadas sobre o rastreamento do câncer de pulmão.

Comprometemo-nos a armazenar seus dados de forma segura, em conformidade com as normas da Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD). As informações coletadas podem ser empregadas em estudos destinados a avaliar o desempenho do programa, com um compromisso inequívoco com a preservação da privacidade e confidencialidade dos dados. Nesse contexto, é crucial destacar que medidas rigorosas de anonimização são aplicadas, garantindo que os dados sejam dissociados de quaisquer informações pessoalmente identificáveis.

Lung-RADS® é uma ferramenta de garantia de qualidade projetada para padronizar relatórios de TC de rastreamento de câncer de pulmão e recomendações de manejo, reduzindo a confusão nas interpretações e facilitando o monitoramento de resultados.

Foi desenvolvida pelo Colégio Americano de Radiologia, baseado em grandes pesquisas científicas, para ser utilizado durante a interpretação dos exames e realização dos laudos, especificamente para Programas de Rastreamento de câncer de pulmão (da mesma forma que o BI-RADS nos exames de mamas).

Você pode acessar a tabela com Categorias de Avaliação e Recomendações de Manejo neste link: https://www.acr.org/-/media/ACR/Files/RADS/Lung-RADS/Lung-RADS-2022.pdf

O dia 01 de agosto foi escolhido como Dia Mundial do Combate ao Câncer de Pulmão para a conscientização das pessoas sobre a necessidade de se preocuparem com a qualidade da saúde de seus pulmões, a importância de se prevenir dessa doença silenciosa e que pode ser fatal, mas que se detectada precocemente pode ter elevadas taxas de cura.

Agosto Branco – Agosto é considerado, no Brasil, o mês de conscientização sobre o câncer de pulmão e a cor da fita que simboliza esta ação é Branca.

Centros de Imagem Especializados investem em tecnologia de ponta e equipamentos especializados para realizar exames diagnósticos mais avançados. Isso inclui máquinas de tomografia computadorizada de última geração que permite realizar exames de alta qualidade com baixas doses de radiação, além de ressonância magnética de alto campo e equipamentos de ultrassonografia de alta resolução.

Os serviços de radiologia com subespecialidade são geralmente liderados por radiologistas com formação adicional em áreas específicas, como radiologia torácica, neurorradiologia, radiologia musculoesquelética, radiologia mamária ou radiologia abdominal. Isso significa que eles têm um conhecimento mais aprofundado e experiência em interpretar exames nessas áreas, o que pode levar a diagnósticos mais precisos ajudando os médicos a fornecer tratamentos mais eficazes.

Radiologistas com subespecialidade frequentemente trabalham em estreita colaboração com outros profissionais de saúde, como oncologistas, cirurgiões e médicos de cuidados primários, para garantir que os resultados dos exames sejam integrados ao plano de tratamento geral do paciente. Isso promove uma abordagem multidisciplinar e coordenada para o cuidado do paciente.

Sim. Diversas sociedades médicas recomendam o rastreamento para câncer de pulmão com Tomografia Computadorizada de Baixa Dose de Radiação, em populações selecionadas ao redor do mundo, sempre em concordância de que a decisão compartilhada médico-paciente, baseada na ponderação risco/benefício é fundamental. Orientam também que o rastreamento organizado, em programas estruturados com controle de qualidade e de acompanhamento longitudinal, é o formato ideal.

Confira algumas das principais sociedades que indicam o rastreamento e suas recomendações neste artigo.

  • Banner Recomendações do I Consenso Brasileiro de Rastreamento do Câncer de Pulmão [link]
  • Infográfico I Consenso Brasileiro de Rastreamento do Câncer de Pulmão [link]
  • American College of Radiology ACR Appropriateness Criteria® Lung Cancer Screening [link]
  • Categorias Lung-RADS® – Lung CT Screening Reporting & Data System [link]
  • ACR Lung-RADS v2022: Assessment Categories and Management Recommendations. Thoracic Oncology Original Research. Article In Press. CHEST January 30, 2024
  • Parâmetro de Prática para a Realização e Relatório de Tomografia Computadorizada (TC) Torácica para Rastreamento de Câncer de Pulmão [link]
  • AAPM Protocolos Técnicos para TC de Baixa Dose de Radiação para Rastreamento de Câncer de Pulmão [link]
  • Screening for Lung Cancer: U.S. Preventive Services Task Force Recommendation Statement [link]
  • The National Lung Screening Trial Research Team (NLST), Aberle DR, Adams AM, et al. Reduced lung-cancer mortality with low-dose computed tomographic screening. N Engl J Med. 2011; 365: 395-409.
  • PLCO Project Team, Oken MM, Hocking WG, Kvale PA, et al. Screening by chest radiograph and lung cancer mortality: the Prostate, Lung, Colorectal, and Ovarian (PLCO) randomized trial. JAMA. 2011; 306: 1865-1873.
  • Dutch Belgian randomised lung cancer screening trial (NELSON). Reduced Lung-Cancer Mortality with Volume CT Screening in a Randomized Trial. N Engl J Med 2020; 382:503-513.
  • Henschke CI, McCauley DI, Yankelevitz DF, et al. Early Lung Cancer Action Project: overall design and findings from baseline screening. Lancet. 1999;354:99–105.
  • American College of Radiology. Lung Cancer Screening CT Incidental Findings Quick Reference Guide. Accessed October 18, 2022. [link]
  • Lung cancer – World Health Organization (WHO) [link]
  • ESR/ERS Statement Paper on Lung Câncer Screening. KauczorH-U, BairdA-M, BlumTG, et al. Eur Respir J 2020; 55: 1900506
  • Lung Cancer Screening, Version 1.2022. Featured Updates to the NCCN Guidelines. J Natl Compr Canc Netw 2022;20(7):754–764
  • Screening for lung cancer:2023 guideline update from the American Cancer Society. CA Cancer J Clin.2024;74:50–81
Programa Check-Up Pulmonar DAPI
Faça o Check-up Pulmonar regularmente e dê um passo decisivo em direção à prevenção e ao cuidado com a sua saúde e bem estar!

Ao utilizar este site você aceita o uso de cookies para otimizar sua experiência de navegação. Política de Privacidade